• Felipe Ruzene

A Temperatura ideal para o Vinho

Atualizado: Ago 21

Fresco, gelado, quente? Qual a temperatura correta para consumir cada tipo de vinho? Tu já percebeste que um mesmo vinho pode apresentar sabores e aromas diferentes de acordo com a temperatura e tempo de oxigenação com que se consome? A temperatura influencia fortemente na experiência gustativa e apreciação de um rótulo, por isso é fundamental saber em que temperatura beber teu vinho...



O vinho é uma bebida delicada, com profundos e variados estratos de sabor que podem ser facilmente mascarados pelo excesso de temperatura, ou por estarem demasiadamente frios. Beber vinho exige certas práticas e cuidados para aproveitar ao máximo a bebida. Entre estes detalhes estão o cuidado com a temperatura, oxigenação, escolha da taça e quantidade de líquido para melhor degustação. Já falamos aqui um pouco sobre a taça e quantidade ideal para desfrutar seus vinhos, hoje, porém, focaremos apenas na temperatura de consumo. Para tanto, primeiro, precisamos fazer a diferenciação entre os Tintos, Brancos, Rosés e Espumantes, uma vez que cada um destes tipos de vinho possui uma temperatura de ingestão padrão.


Tintos e Fortificados


Os vinhos tintos são feitos para serem ingeridos em temperatura ambiente. Mas cuidado! Quando os produtores falam em “temperatura ambiente” normalmente isto está pautado nos padrões europeus, nenhum vinho deve ser consumido acima dos 20ºC (pois além desta temperatura a evaporação do álcool é bastante acelerada). Aqui, em terras brasileiríssimas, a temperatura ambiente costuma extrapolar esta medida, por isso é comum resfriarmos os vinhos tintos antes de beber (deixando-os para fora da geladeira um pouco antes de se consumir, visando elevar um pouco a temperatura da bebida). Ainda, pode-se colocar a garrafa em temperatura ambiente dentro de um balde com gelo para evitar que supere a fatídica marca de vinte graus Celsius. Com um investimento um pouco maior, as adegas climatizadas garantem sempre a temperatura ideal, sem necessitar de qualquer processo de resfriamento. Ou, se você vive em uma das raras cidades álgidas deste país, podes facilmente consumir seu vinho tinto sem resfriá-lo ou climatizá-lo. Os tintos de corpo leve, ou mesmo médio, precisam de temperaturas mais baixas do que os tintos encorpados e os vinhos Fortificados. O ideal fica entre 13º e 16ºC para os leves e entre 16º e 20ºC para os encorpados.

Brancos, Rosés e Espumantes


Os vinhos brancos são comumente consumidos em temperaturas mais baixas, sendo necessário, portanto, um processo de resfriamento mais eficaz do que no caso dos tintos. Podes facilmente deixá-lo na geladeira, ou no balde com gelo, até que esteja abaixo dos 13ºC. Aqui também há diferenciações: os vinhos brancos mais leves, assim como os Espumantes ou Frisantes, precisam ser mais resfriados, os vinhos brancos mais encorpados e os Rosés podem atingir temperaturas superiores. Cerca de 7º até 13ºC para os mais encorpados e entre 3º e 7ºC para os mais leves ou espumantes. Para lhe ajudar, vale lembrar que a da geladeira (lógico que isso varia de acordo com a marca e o modelo) mantém em sua porta uma temperatura de no mínimo 12ºC, no seu centro cerca de 6ºC e no fundo (próximo a placa fria), cerca de 3ºC. Logo, um tinto pode ficar por até duas horas na porta da geladeira, um branco pode ser colocado no centro do refrigerador e um espumante pode ir ao fundo do aparelho. É altamente desaconselhável colocar uma garrafa de vinho no freezer ou congelador, além de ser prejudicial à bebida há possibilidade de que o vidro estoure.



DICA: Uma dica legal, caso ainda reste alguma dúvida, é que muitos produtores imprimem no verso do rótulo a temperatura ideal que aquele vinho deve ser bebido. Além disso, atualmente muitos enófilos incluem em seu “kit de sobrevivência” um termômetro culinário para sempre cravar a temperatura correta do vinho. Todavia isso não é nada essencial, como sempre alertamos: o seu paladar é soberano e, apesar desta ser a forma mais precisa e indicada de consumo do vinho, tu podes beber da maneira que preferires.

Saúde!

30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo