Harmonização: Vinho e Música

O vinho ideal para cada estilo musical: Um delicioso vinho, uma boa playlist, eis uma bela harmonização. Neste post separamos um tipo de vinho para harmonizar com cada estilo musical para lhe provar que esta é uma ótima combinação. Encha sua taça, aumente o volume e relaxe, porque hoje é dia de vinho, bebê! 🎶🍷🎵


Primeiro, vale comentar que, é claro, as "harmonizações"aqui propostas não tem nenhum fundamento gastronômico, a ideia é apresentar vinhos que possam ser relacionados aos ritmos e estilos musicais. Algumas pesquisas recentes (publicadas pela British Journal of Psychology) apontam para a possibilidade da música influenciar no processo de degustação do vinho, impactando diretamente na sessão dos sabores. Apesar de serem teorias ainda, por que não testar estas combinações e tirarmos nossas próprias provas?!


Música Erudita/Ópera

Espumantes

Ah, a música clássica! Tão chique, rica e diversa - vai desde as leves sonatas em piano de Claude Debussy e Beethoven, até as intensas composições de Carl Orff e Camille Saint-Saëns. O mesmo vale para as Óperas que podem ser suaves melodias, como em Turandot de Giacomo Puccini, até músicas mais carregadas como em A Flauta Mágica de Mozart. Igualmente, os espumantes são vinhos elegantes, agradáveis e diversos. Um Moscatel cabe muito bem com as composições mais suaves e um Brut ou Prosecco para aquelas mais intensas. Vai por mim, esta harmonização é simplesmente perfeita!


Jazz/Blues

Gewürztraminer (Brancos Intensos)

O Jazz e o Blues são maravilhosos, relaxantes, potentes, harmoniozos e, em certa medida, picantes e intensos! Para acompanhá-los precisamos de uma bebida à altura, cepas como Gewürztraminer e Riesling, apresentam a complexidade e intensidade suficientes para interagir com um bom jazz. As composições mais melódicas e suaves, como Bang Bang ou My Way, podem harmonizar com vinhos mais jovens e frutados, as músicas mais intensas, com aqueles sons pesados de metais que só o jazz e o blues sabem oferecer, como o clássico It don't mean a thing, podem acompanhar bebidas envelhecidas, com estágio em barrica, de sabores mais complexos e potentes.


Rock'n Roll/Metal

Cabernet Sauvignon (Tintos Encorpados)

O Rock é eclético, potente e um deleite para a mente e corpo, assim como os tintos mais encorpados. Clássicos como Beatles, Queen ou Led Zeppelin, por exemplo, podem ser degustados junto aos também clássicos Cabernet Sauvignon ou Malbec. Para sons mais pesados, o Hard Rock ou Metal, como em System of a Down ou Iron Maiden, podemos optar por rótulos mais tânicos, complexos e potentes, como num Tannat ou Syrah. Se tu é daqueles que curte rock idenpendentemente do estilo, indo desde os clássicos dos 60 e 70 até o metal moderno, vai de Tempranillo que harmonizará com toda a tua playlist!


Pop

Rosés

O Pop é um estilo bastante versátil, alguns artistas se aproximam do rock, outros do rap, hip hop, eletrônica e há até alguns estilos novos (pelo menos para nós) que tem conquistado o mundo, como o K-Pop, por exemplo. Igualmente versátil é o vinho Rosé, podem ser leves e florais, ou mais intensos, frutados e complexos. Assim, podes escolher um rótulo de acordo com o estilo de pop que mais lhe agrada! Há ainda os frisantes e espumantes rosés, o que gera ainda mais opções para curtir com este estilo musical. Caso ainda esteja em dúvida os rosés portugueses são grandes coringas, costumam ser bastante agradáveis e fáceis de beber.


Bossa Nova/MPB

Chardonnay (Brancos Leves)

Eis aqui estilos brasileiríssimos! A Bossa Nova e a MPB são ícones da história cultural brasileira, amados em todo o mundo. Não à toa, Garota de Ipanema de Tom Jobim é a música mais regravada de toda a história da música. Enfim, são letras contemplativas e inteligentes, ritmos harmoniosos e sedosos aos ouvidos. De mesma maneira, as cepas clássicas brancas unem, perfeitamente, a delicadeza e a complexidade. Este é o caso da Chardonnay, Sauvignon Blanc e Pinot Grigio. Esta última uva é harmonização recorrente aqui em casa quando decido ouvir as preciosas faixas gravadas por Elis Regina!


Samba

Pinot Noir (Tintos Leves)

Não deixaremos o Samba morrer, é claro! Então aqui vão harmonizações para este ritmo que é a cara do Brasil. Quando penos em samba, talvez por meu gosto meio antiquado, sou transportado imediatamente às composições de genialidades como Noel, Cartola e Adoniran. Estes sambas mais clássicos e melódicos, super combinam com o tradicional e delicado Pinot Noir, uma das rainhas tintas. Para estas músicas busque os rótulos mais complexos, com estágio em barrica e aromas mais ricos - assim terá um acompanhante ao nível destas grandes canções. Agora, se preferes o Samba moderno, mais alegre e descontraído, procure pelas versões mais jovens e leves destes vinhos, certamente resultará tão bem quanto uma cervejinha! Outras cepas, delicadas, suaves e harmônicas para acompanhar seu sambinha são a Cabernet Franc ou Gamay.


Sertanejo

Sangiovese (Tintos Médios)

O Sertanejo é um dos estilos mais apreciados de nosso país sem porteira! Desde os clássicos até o moderno sertanejo universitário, as letras e estilos são os mais variados, desde os sofrimentos amorosos até as pegações de um final de semana, as opções são inúmeras. Para acompanhar um ritmo tão diverso os tintos de corpo médio caem como uma luva, são rótulo leves, saborosos, mas com boa profundidade de sabores - assim como a música sertaneja, que varia do leve ao profundo com facilidade! Para que sofrer as desilusões das músicas sertanejas com Corote? vai por mim a sofrência será bem melhor com uma taça de Sangiovese ou Merlot!


Eletrônica/Disco/Funk

Vinho Verde (Refrescantes e Frisantes)

A música eletrônica, o funk e o estilo Disco são divertidos, alegres e dançantes. Muito focados nos intrumentos, sona e mixagens estes ritmos são refrescantes, possuem jovialidade e excitação aos ouvidos, estes mesmos adjetivos podem ser usados para descrever os sabores dos Vinhos Verdes (D.O.C.) de Portugal. Extremamente agradáveis, trazem o frescor e sabores para uma bela noite de dança e muita música. Vale lembrar que os vinhos verdes são encontrados em versões tintas, rosés e brancas, podes escolher a que mais gostas, aumentar o som e aproveitar sua própria boate!




Pronto, agora é só abrir uma garrafa de vinho, encher uma taça, arrastar o sofá e se preparar para dançar ao som do teu estilo musical favorito. Saúde e bom proveito!

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo