O que são Taninos?

Atualizado: Fev 10

Tu já deves ter ouvido falar que certo vinho é “muito tânico” ou que outro é “pouco tânico”. Mas, afinal, o que são taninos? Taninos são polifenóis de origem vegetal… Não ajudou muito? Pois agora saberás de vez o que é o santo tanino!


O tanino é uma substância natural presente em diversas frutas, nas uvas ele se encontra na casca, na semente e no engaço (cabo) da videira. Tal substância tem uma função defensora para os frutos, o alto sabor adstringente, presente nas uvas graças ao tanino, auxilia na inibição de herbívoros que poderiam se alimentar das frutas. De modo geral, quando o predador começa a se alimentar de certa planta, os taninos são liberados levando consigo um sabor amargo, evitando seu consumo.

Com isso poderíamos pensar que os taninos dariam um sabor desagradável e indesejável aos vinhos. Entretanto, juntamente com os açúcares, o tanino passa por um processo de amadurecimento, perdendo sua agressividade e ganhando maciez e suavidade. Ademais, o trabalho dos enólogos auxilia o processo de agradabilidade ao paladar, deixando o tanino elegante e o vinho aprazível. Os taninos, outrora desagradáveis, tornam-se desejáveis e saborosos, quando bem trabalhados.

Outro fator que colabora na agradabilidade é o tempo. Sim, a idade aveluda os taninos do vinho e o processo de barrica leva à micro-oxigenação, que também ajuda a suavizar os sabores.

E quanto ao vinho branco? As uvas brancas também possuem taninos, contudo em menor quantidade que as uvas tintas. Afinal, o tanino está igualmente ligado à cor dos vinhos, bebidas mais escuras podem estar relacionadas a maior concentração de taninos. Desse modo, podemos dizer que os vinhos brancos são bebidas pouco tânicas.

Se tu desejas saborear taninos complexos e aveludados e conhecer um pouco mais sobre esta substância tão importante para os vinhos, aí vai uma dica: a uva Tannat leva esse nome justamente por sua alta concentração de taninos e pode gerar vinhos complexos e saborosíssimos. Na minha humilde opinião é uma das mais maravilhosas cepas que existem, sendo uma das especialidades do Uruguai.

Como exemplo nós temos o Viñedo de los Vientos Anarkia Tannat, Uruguai, safra 2018, 14% de teor alcoólico, uma ótima opção para harmonizar com carnes vermelhas, queijos ou cogumelos, todos bastante gordurosos e bem temperados para balancear com o forte sabor do vinho. Podes encontrar este rótulo por volta de R$88,12 na Wine.

22 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo