Vinho com Pipoca, pode isso?

Ah... pipoca! Só o cheiro de milho estourando na panela já nos deixa com água na boca. Se tu és um pipocólatra este post é para ti: Veja como harmonizar vinhos com diferentes tipos de pipoca. Tua sessão de filmes ou séries ficará ainda mais saborosa com uma taça de vinho e um balde enorme de pipoca!



Pipoca Salgada

A boa e velha pipoca com sal! O sal é um grande potencializador de sabores e há quem não abra mão de uma pipoca bem salgadinha. Além disso, o sal ameniza a intensidade de acidez e acentua a citricidade e frescor do vinho. Para harmonizar com este tipo de pipoca aposte em um vinho jovem, de corpo leve e acidez acentuada - minha dica é um bom Chardonnay ou um espumante Brut! Outra ideia legal é combinar vinhos mais ácidos com temperos que possuam acidez, como lemon pepper, por exemplo. Caso tu prefiras as versões mais lights, feitas sem óleo em pipoqueiras elétricas, ou se consomes a pipoca sem sal, vale a pena experimentar a harmonização com um Rosé Frisante, afinal este tipo de pipoca não possuí gordura ou sal que justifique vinhos mais ácidos ou encorpados.


Pipoca com Manteiga

Um dos melhores amigos da pipoca é, sem dúvida, a manteiga. Ela adiciona bastante sabor e gordura, por isso exije um vinho capaz de harmonizar com esta gordurinha extra. Se quiseres um vinho branco recorra aqueles com maior potência, com passagem em barrica de carvalho, como um Riesling. Se preferes um tinto, opte pelos mais leves, como um Pinot Noir ou Gamay. Vais gostar!


Pipoca Temperada

Há quem faça da pipoca um verdadeiro experimento: especiarias, ervas, alho, pimenta, curry, páprica, glutamato monossódico... Se gostas de carregar no tempero da pipoca faça tua harmonização com vinhos mais intensos, que tragam acidez e frescor, como a branca Gewürtraminer ou a tinta Merlot.


Pipoca com Queijo

Outra formidável combinação é pipoca e queijo, geralmente são mais usuais queijos duros como parmesão, provolone e gruyère, ou moles como brie, camembert e cheddar (em sua versão cremosa). Em ambos os casos a potência de sabor da pipoca aumenta consideravelmente, por isso o corpo do vinho deve ser maior também. Opte pelos tintos com mais corpo e tâninos macios, como Syrah ou Cabernet Sauvignon.


Pipoca Doce

Quando falamos de pipoca, alguns não dispensam as versões doces, as receitas com caramelo ou chocolate estão entre as mais famosas. Neste caso a vasilha de pipoca se torna uma vasilha de sobremesa, por isso as harmonizações seguem a regra dos doces - o vinho deve ser igualmente ou mais forte do que a sobremesa consumida. Logo, vamos em busca de um vinho tão adocicado quanto a pipoca: os tintos fortificados, como o Vinho do Porto, ou espumantes do tipo Moscatel são ótimas pedidas. Para quem faz questão de um vinho seco o Pinot Noir é uma boa combinação para as pipocas com chocolates.


E então? Agora tens de provar, pois lhe garanto que logo vais querer que os vinhos substituam os refrigerantes nos Cinemas! Até que não é má ideia...

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo