Vinho Vegano?!

Espere um pouco... vinho é feito só de uvas, então todo vinho é vegano, certo?! Pior que não! Em algumas etapas da produção da bebida podem ser adicionados elementos de origem animal. Por isso, aqueles que adotam o estilo de vida vegano devem estar atentos aos rótulos disponíveis no mercado. Neste post explicamos como identificar as bebidas em detrimento às não veganas.



Quando o vinho não é Vegano?


Primeiro, para iniciar o debate, precisamos entender um pouco sobre o processo de Clarificação. Este é um estágio da produção do vinho no qual a bebida é purificada, sendo introduzido um agente filtrante nos barris de bebida. Este filtrante, comumente, é uma proteína capaz de coagular os "resíduos"do vinho, como pedaços de cascas e polpas, por exemplo. Este material indesejado é retido no fundo do barril e eliminado durante o engarrafamento do vinho finalizado. Essa proteína que é a questão, pois pode ser tanto de origem mineral, quanto animal! Vale lembrar, contudo, que estas matérias filtrantes não permanecem no vinho, são eliminadas junto com os resíduos, mas tanto basta para que o alimento seja removido da lista de produtos veganos. Ainda, nem todos os vinhos passam por este estágio, ficando livres destas substâncias.

As subtâncias animais utilizadas na clarificação são diversas. Na Idade Média, por exemplo, monges portugueses utilizavam clara de ovos para afinar os vinhos, as gemas, por sua vez, eram enviadas às freiras para produção de doces destinados aos pequenos. Estes doces conventuais são, até na atualidade, símbolos da gastronomia em Portugal. A proteína presente na clara do ovo é a Albumina que ainda hoje é utilizada para este fim, limpar os resíduos do vinho. Outras proteínas que também podem ser utilizadas na clarificação são: a Gelatina (colágeno animal), a Ictiocola (uma espécie de colágeno da bexiga dos peixes) e a Caseína (proteína encontrada no leite fresco). Alguns produtores utilizam Bentonite (um mineral da argila) no processo, neste caso o vinho é liberado aos veganos!



Como saber se um vinho é Vegano ou não?


Alguns vinhos, sobretudo os orgânicos, trazem essa informação no rótulo ou no contra-rótulo da garrafa. Mas a grande maioria dos produtores ainda não se atenta a estes detalhes que são imprescindíveis àqueles que seguem o estilo alimentar vegano. Ainda sim, não custa olhar... se esta informação estiver ali, já é uma mão na roda! Por vezes o produtor não estampa este dado, mas revendedores (tanto em lojas físicas, quanto on-lines) se preocupam em buscar a informação, assim, com uma rápida pesquisa, consegues saber se o vinho que desejas é ou não vegano. Há mercados que inclusive criaram uma seção vegana em suas adegas!

As expressões "não filtrado", "não afinado", "métodos de autoclarificação natural"e "Kosher"ou "Kasher" indicam que o vinho é vegano. Nos três primeiros casos porque indicam que nenhum agente foi utilizado durante a clarificação. Nos dois últimos pois são produzidos de acordo com as regras alimentares judaicas, que proibe o uso de elementos de origem animal nos vinhos. Em último caso (se não obtiver nenhuma resposta até aqui) a melhor opção é buscar informações diretamente com o produtor. Quase todos os fabricantes se colocam à disposição para tirar dúvidas de seus clientes, podes aproveitar para questionar sobre o assunto. Quem sabe os produtores até se atentem para isso e passem a trazer este dado nos rótulos.



Viu só? Há vinho para todos os estilos, gostos e opções... O importante é sempre manter a taça cheia. Seja para acompanhar um prato vegano ou carnívoro, abra uma boa garrafa e Saúde! 🥂

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo